Últimas Nóticias

Lubrificantes

O uso de lubrificantes é comum na sua relação sexual? Não? Bom, mas apesar disso, tenho certeza de que você ou seu parceiro já ouviu ou leu sobre lubrificantes e suas funções, certo?

Entretanto, é normal que dúvidas a respeito do uso de lubrificantes se mantenham ainda atuais dentro das relações. E por isso é importante conhecer um pouco mais sobre o uso de lubrificantes. Afinal, eles auxiliam ou não nas relações?

É isso que vamos descobrir hoje! Fique por dentro de algumas curiosidades a respeito do uso de lubrificantes nas relações sexuais e quando eles devem ser evitados.

 Quando é necessário o uso de lubrificantes?

Os lubrificantes à base de água, sem hormônios, devem ser usados preferencialmente por mulheres que possuem ausência de produção de lubrificação natural.

Todavia, existem algumas questões que podem ser justificativas do porquê desta ausência. Sendo assim, pode ser necessária a visita a um ginecologista para tratar o assunto.

O que acontece no sexo sem lubrificação adequada?

Uma vagina mal lubrificada é uma vagina seca. Uma vagina seca faz com que a penetração ocorra de maneira forçada, tornando mais difícil a entrada do pênis.

É bastante desconfortável se relacionar sexualmente sem uma boa lubrificação. Afinal, existe a possibilidade de fissuras, assaduras e cortes na região vaginal devido à má lubrificação.

Lubrificantes podem causar alergia?

A resposta é: sim. Lubrificantes, em especial os que não são à base de água, podem causar alergia devido a alguns componentes em sua fórmula.

Sendo assim, opte por lubrificantes à base de água e devidamente testados. Afinal, é um cosmético que terá contato direto com a sua pele e a de seu parceiro.

Lubrificantes e preservativos são “inimigos”?

Sim, lubrificantes à base de óleo podem ser corrosivos quando entram em contato com o preservativo em látex. E a última coisa que alguém quer é ter uma relação sexual protegida perdendo a eficácia por isso, certo?

Sendo assim, opte sempre por lubrificantes à base de silicone ou de água. Além de mais naturais, eles podem ser utilizados em conjunto com o preservativo.

O uso de lubrificantes anestésicos é recomendado?

Não é normal sentir dor durante o ato sexual! Mas não é com a utilização de lubrificantes anestésicos que esta dor deve passar.

O uso de lubrificantes anestésicos não é recomendado! Em primeiro lugar, sexo é sobre sentimentos e sensações. Sendo assim, não faz sentido você optar pelo uso de lubrificantes anestésicos para não sentir, certo?

Além disso, o uso de anestésicos no geral durante o sexo é proibido por especialistas. Afinal, não haverá como controlar a intensidade da penetração podendo ocorrer ferimentos na vagina ou no canal vaginal.

Ou seja, caso queira utilizar algum produto dessensibilizante, saiba controlar a sua intensidade para ter ciência de que não está sendo machucada.

Posso usar o lubrificante no meu dia a dia?

O uso constante do lubrificante não deve ser recomendado. Isso porque a vagina feminina tem um pH que deve se manter neutro para que o próprio corpo possa combater futuras infecções.

Além disso, mesmo sendo úmida, a vagina feminina não deve receber algo molhado diariamente. Isso porque a vagina, permanecendo abafada e úmida, pode ser lar para fungos e bactérias como a da candidíase, por exemplo.

Conclusão

Sendo assim, para adquirir qualquer produto que altere diretamente a região íntima, é necessário utilizar o bom senso.

Caso tenha histórico de alergias ou esteja sentindo falta da lubrificação natural da sua vagina, converse com seu médico ginecologista para que ele possa sugerir e acompanhar as melhores opções de tratamento com você.

Sobre I335

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.